Você está em: Notícias


Uma das grandes promessas da arte suave amazonense, o atleta Lukas Matheus, da academia Xeque mate e patrocinado pelo grupo Dislub Equador, deslocou o ombro esquerdo, durante a quarta luta seletiva que fez no último sábado, 11, primeiro dia do National Pro de Jiu Jitsu, na Arena Amadeu Teixeira. No domingo, o atleta ainda tentou uma medalha de bronze, na categoria Adulto, ele estava ganhando a luta quando teve o ombro deslocado novamente.

Com apenas 17 anos, Lukas treina desde os sete e estreou na categoria adulto este ano. Apesar da pouca idade, ele já coleciona vários títulos no jiu jitsu como os dos Campeonatos; Mundial, Pan Americano, Europeu, Amazonense e Brasileiro.

 

Neste campeonato, Lukas, pela primeira vez, enfrentou um atleta que treina junto com ele na academia. A luta com Felipe Aníbal foi dura e só terminou após cinco intensos minutos de disputa. Ele ainda ganhou mais duas lutas e no início da quarta disputa teve seu ombro deslocado.

 

“ O primeiro dia de campeonato teria sido o dia perfeito pra mim, se eu não tivesse me machucado. Acho que o que me fez chegar até aqui hoje foi minha auto confiança, porque eu lutei e ganhei o Campeonato Pan Americano com o ombro deslocado e achei que poderia fazer o mesmo aqui. Infelizmente não deu”, lamentou o atleta.

 

Lukas vai tratar a lesão com fisioterapia e em março dará continuidade ao tratamento em Carson, na Califórnia, onde passará uma temporada neste ano. O atleta foi eleito pelo público para receber uma cota de patrocínio no Festival Nossa Energia Move Amazônia (NEMA), da Equador Dislub de 2016 e afirmou que iniciativas como esta são fundamentais na carreira de qualquer atleta.

 

“Fico muito feliz em poder contar com apoio de um grupo como a Equador. Essa ajuda  veio em boa hora, visto que estou indo pro exterior para tentar novas conquistas no Jiu Jitsu”,comentou Lukas.

 

National Pro de Jiu Jitsu

 

Dos mais de mil participantes, apenas 55 atletas vão compor a primeira seleção brasileira que vai ao World Pro e ganharão quimonos com o símbolo máximo da nação brasileira, a bandeira do Brasil. Além disso, para se caracterizar como uma delegação que representa o País, todos serão acompanhados por uma equipe multidisciplinar, encabeçada pelo renomado técnico Zé Mario Sperry, e mais dois fisioterapeutas, dois nutricionistas, um médico e um auxiliar técnico.

 

Os 55 ganhadores do National, sendo 35 homens e 20 mulheres, tambem serão contemplados com o free pass para a disputa do Abu Dhabi World Pro em abril, que proporciona ao competidor entrada e inscrição no mundial, viagem área ida e volta para a capital dos Emirados Árabes, hotel, transporte, refeições e camisa exclusiva do evento, somando mais de U$ 80 mil dólares em prêmios.

 

Com informações da Secretaria de Juventude Esporte e Laser (SEJEL)

 

Mapa do Site


Tribo W Internet Fuerza Studio