Você está em: Notícias


A derrota sofrida no início do mês, no Resurrection Fighting Alliance (RFA), não abalou o lutador Mário Israel. Com uma carreira vitoriosa e de lutas duríssimas, o amazonense está de volta aos treinos e espera uma nova oportunidade no evento, em agosto.   Israel, que recebe apoio da Equador Petróleo, revela que se sentia muito preparado para sua última luta e que esperava um resultado diferente. “Passei vários meses me preparando e fazendo sparing com caras muito habilidosos. Nem sempre o resultado é que a gente espera”, disse.   Com a ânsia de voltar o mais rápido possível aos cages, o amazonense aguardou apenas uma semana para retornar aos treinamentos na famosa academia americana Black House. Segundo ele, a família foi decisiva para a superação desse momento.   “Conversei com os meus familiares e amigos e pude reerguer a cabeça e perceber que ainda tenho muito caminho pela frente. Notei que tinha apenas duas escolhas: desistir ou recomeçar. Então escolhi a segunda”, afirmou.           Do resultado, Israel absolve alguns pontos que pretende melhorar para enfrentar a próxima luta sem dar brecha ao azar. “Por mais dolorida que tenha sido a derrota, consegui perceber algumas áreas que tenho que aprimorar. Não só na questão da luta, mas em questões psicológicas e até mesmo do treinamento”, avaliou.  

Mapa do Site


Tribo W Internet Fuerza Studio